• Adilson Rodrigues

Empreender - Parte 01

Atualizado: 6 de Mai de 2020


EMPREENDER NÃO É SIMPLES ASSIM


A Falta de Emprego levará pessoas a arriscar na abertura de um negócio e empreender. 99,999...% ou mais das sementes produzidas no planeta, assim como dos espermatozoides, não gerarão novos seres. Em torno de 90% dos empreendimentos novos não vingarão.


ALGUNS ERROS QUE OS PRINCIPIANTES COMETEM.


1. SUBESTIMAR O EMPENHO - o negócio pede 100% de dedicação. O empreendedor dá 10% achando que está dando 100%.

2. FALTA DE CONHECIMENTO - a pessoa não entende daquele negócio, não procura aprender e vai na sorte.

3. FICAR DOURANDO A PÍLULA - em vez de focar na produção, venda, custos, logística, lucro, fica adorando a logomarca, o plano de negócios, os equipamentos, os produtos.

4. INGENUIDADE - subestima os custos da empresa e dos produtos. Faz uma planilha de custos errada,pior, acha que está certa. Exemplo: o custo correto da unidade de um de seus produtos (matéria prima + despesas, é de R$ 80,00) mas você, não sabendo fazer as contas, acha que é de R$ 38,00 e então vende por R$ 78,00. Assim perde R$ 2,00 e acha que está com tremendo lucro.

5. NÃO SABER CALCULAR PREÇO DE VENDA - preço de venda é o mercado que regula mas você precisa saber qual a margem está obtendo ao vender por aquele preço devido seus custos. Isso não pode ser uma roleta russa.

6. NÃO FAZER A CONTA CERTA - Para fazer a conta certa utilize a fórmula Markdown e não Markup, veja exemplos AQUI.

7. NÃO TER RESERVAS PARA BANCAR AS ADVERSIDADES - você acha que montará seu negócio com R$ 10.000,00, mas vão surgindo os custos que você não previa, digamos mais R$ 20.000.00, aí você ficará sem recursos para matéria prima, despesas. Se for para banco ou agiota, pode afundar mais.

8. CONFUNDIR ENTRADA DE DINHEIRO COM LUCRO - lucro é a sobra depois que você separa tudo a pagar: aluguel, funcionários, 13°, férias, impostos, fornecedores e várias outras despesas. Esse erro leva a pessoa a comprar carro, e outros bens, viajar, esbanjar, por ter muito dinheiro sobrando no banco. ESSE DINHEIRO NÃO É LUCRO E NÃO É SEU. Esse milagre não acontece.

9. FALTA DE PERSISTÊNCIA - planta hoje e amanhã já quer colher. Vendo que não deu fruto, desiste e vai pra outro negócio. Lá repetirá o mesmo erro.

10. ERRO COM SÓCIO - geralmente os negócios começam no papo com amigo ou no almoço de domingo na casa da sogra. Depois da quinta cerveja vem aquela luz e fala para o irmão ou cunhado: vamos empreender, ficar rico igual esses capitalistas que estão por aí? Não analisam qual será o negócio, quanto será necessário de capital, quais conhecimentos, habilidades e atitudes cada um possui e se são adequadas ao negócio, quais responsabilidades, setores, tarefas, cada um vai assumir, de quanto será a retirada de cada um, se precisar de mais capital, de onde virá, a que custo. E NADA DISSO É ESCRITO REFLETIDO E ASSINADO. Ah, não deixam claro, se der errado, como será encerrado esse negócio e consequências para cada um. NORMALMENTE ESSES NEGÓCIOS TERMINAM EM INIMIZADE, BRIGAS, CAUSAS NOS TRIBUNAIS E EVENTUALMENTE EM MORTE.


EMPREENDER É BOM, RAPADURA É DOCE, MAS NÃO É MOLE.


PENSE NISSO!


Por Adilson Rodrigues

728 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo